Pernambuco lidera crescimento de argentinos no Brasil

PUBLICIDADE

A empresa espanhola Forwardkeys estima um crescimento 80% superior no número de argentinos no Estado, até o fim do primeiro semestre de 2018, em relação ao mesmo período do ano passado.

Pernambuco é líder absoluto no Brasil na chegada de turistas argentinos. Até junho de 2018, o crescimento esperado no número de argentinos no Estado será 80% superior ao mesmo período do ano passado, entre janeiro a junho. A estimativa foi apresentada pela Forwardkeys – empresa global que trabalha com antecipação de demanda – na última terça-feira (17), em Buenos Aires, durante o WTTC Summit 2018. O estudo teve como base as reservas de viagens realizadas a partir da América do Sul e Caribe, e revelou ainda que Pernambuco segue à frente na preferência dos vizinhos sul-americanos em relação a estados como Santa Catarina (47,8%), Rio de Janeiro (23%), São Paulo (16,5%) e Bahia (8,1%).

Em 2017, Pernambuco recebeu mais 110 mil turistas vindos da Argentina, um crescimento de 543% comparado ao mesmo período de 2014 – ano de Copa do Mundo – quando foram 17 mil visitantes. A escolha de Pernambuco como destino pelos argentinos tem sido demanda inclusive para o aumento de frequências aéreas e lançamento de novos voos. No último mês de março, entraram em atividade as novas rotas de Córdoba e Rosário, operadas pela Azul. Além dos novos voos, uma nova frequência da Latam para Buenos Aires será lançada ainda no primeiro semestre de 2018, além das três ligações já existentes entre o Estado e a capital  argentina. Vale ressaltar que os novos voos vêm atender principalmente uma demanda dos próprios argentinos.

A política de conectividade aérea adotada a partir de 2015, quando o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, começou a multiplicar a presença de turistas no Estado, e consequentemente a dos argentinos, foi fundamental para esse crescimento. Desde a chegada dos dois voos já em operação, pela Latam (2015) e Gol (2016), o número dos nossos vizinhos sul-americanos só cresce. Em 2014, o Estado recebeu 17 mil turistas argentinos; em 2015, 26 mil; em 2016, 56 mil e em 2017, 110 mil.

“Comparando os números com o início da política de expansão aérea do Governo Paulo Câmara com o cenário atual, constatamos um crescimento de mais de 500% no número de argentinos que chegaram em Pernambuco. A intenção é aproveitar esta curva ascendente e potencializar a vinda dos visitantes para o Estado, através de ações estruturais, capacitação dos profissionais do turismo e divulgação dos destinos que vão além do Litoral Sul, o principal destino dos argentinos”, comenta a secretária em exercício de Turismo, Esportes e Lazer, João Vinícius Figueiredo.

Em 2018, o cenário se mantém animador. Só nos três primeiros meses de 2018, Pernambuco já recebeu 48 mil turistas argentinos, um incremento de 134% em relação ao mesmo período de 2017, quando cerca de 16 mil hermanos desembarcaram no Estado. Para a economia, o momento também é favorável. O fortalecimento das moedas estrangeiras também contribuiu para facilitar a vinda de turistas internacionais para Pernambuco e potencializou o valor do Gasto Médio Diário Individual (GMID) por aqui. Em 2017, o GMID dos argentinos foi de R$ 175,78 e a permanência foi de 11 dias. No total, só os portenhos injetaram R$167.986.222,09 nos cofres pernambucanos, o que representa um crescimento de 118,36% em relação a 2016. 

PUBLICIDADE